citando…

“Há uma verdade terrível e maravilhosa em toda essa história.
Ou seja: para que alguma coisa viva é preciso que outra se afaste para abrir caminho.
Não há vida sem morte.
E não há exceções. Tudo passa.
As coisas vêm e vão.Gente. Anos. Idade. Tudo.
Gira a roda do mundo e o velho abre caminho para o novo servindo-lhe de pasto e de ninho”.
Robert Fulghum

2 thoughts on “citando…

  1. Mas porquê se repetem os mesmos erros, vezes sem conta?!
    Será sempre necessário reinventar a roda?

    As utopias serão as verdades do amanhã, ou permaneceremos á procura do inantigível, a olhar para o nosso umbigo?

    K.

    Gostar

  2. Pois parece que existe uma estranha tendência de começar do zero – como se só tivesse de haver iniciadores (e não, continuadores).

    E a utopia (que significa «sem lugar») existe e poderá ser uma das coisas que nos mantem. Mas nem sempre se tornará realidade e está a modos que como a Estrela Polar – guiamo-nos por ela, mas sabemos que não chegamos lá (pelo menos, a pé…).

    repito a sua pergunta:
    Permaneceremos à procura do inantigível, a olhar para o nosso umbigo?

    esperemos que não…
    🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s