The Island – para lá do filme…

The Island

Escreve-se do filme como um «overload» sensorial… Curiosamente, não foi isso que eu vi quando o vi.
O argumento pode ser lido para lá do filme, em si. E das imagens utilizadas.
E então, é possível encontrar lá quase tudo, da filosofia à estética, da bioética ao direito, da literatura à tecnologia, da sociologia ao mercado, da psicologia à psicanálise, dos fins que movem a ciência à ciência que se mercenariza.
Claro que vi lá a clonagem e a sede de imortalidade, medos e esperanças do género humano.

Contudo, vi também pontes muito evidentes para a alegoria da Caverna de Platão (paradigmática no acordar com o sol nos olhos ou com a última cena da saída colectiva…).
Para lá de um móbil para a acção e de um sentido para a vida (ir para a Ilha), encontrei traços das perspectivas existencialistas e uma visão da necessidade de limites (ou quando é que um cientista passa todas as marcas, até se tornar assassino).
E do respeito por «isto» de ser «ser humano» e pela força dos vividos (afinal, são as vivências e as suas memórias que aumentam a rede sináptica).
Acrescentaria ainda a questão do real que nos rodeia ser interrogável – e nisto, apesar de não ganhar ao Matrix, reequaciona as questões do mundo que se acredita existir versus o mundo que existe.
Liguei pouco às perseguições, explosões e outros excessos. Mas teve muita ressonância em mim que a capacidade de se questionar, de fazer perguntas, não apenas fizesse «a diferença» como se espalhasse, contagiando outros.
conversamos?!…

4 thoughts on “The Island – para lá do filme…

  1. Fiquei convencida – e é desta que vou mesmo ver o filme! É muito bom saber que alguém conseguiu ler tudo isto num filme que a nossa crítica “culta” demoliu como subproduto comercial desprovido de qualquer valor filosófico. Por vezes é mesmo preciso saber ver para além de todas essas “perseguições, explosões e outros excessos” (e das críticas “acríticas”!) e prestar atenção ao essencial, à mensagem dos filmes e textos. Obrigada pela bela reflexão, LN. :o)
    DK

    Gostar

  2. Vi o trailler. E desisti de ir ver precisamente por causa dos efeitos especiais. Pensei: mais uma história fraquinha para “segurar” carros a explodir e gente a cair de prédios. Mas há sempre um lado positivo, e esse que te impressionou é certamente um deles.
    A capacidade de contagiar os outros é uma faca de dois gumes. Veja-se a capacidade de contagiar demonstrada pelo Avelino Ferreira (iuk!) Torres. A diferença será que uns contagiam elevando, chegando ao outro pela via da razão, e outros contagiam embrutecendo, reduzindo tudo ao mínimo denominador comum.
    Já para não falar das imunizações, num e noutro sentido…

    Gostar

  3. DK, ainda hoje quando falei na alegoria da caverna aos meus estudantes, tornou-se evidente que lá está (risos)… Não a tinham visto mas reconhecerem-na logo a seguir!
    Há coisas que me parece que lá estão, porque as vi – como quase sempre, lemos e vemos as coisas com os nossos olhos e interpretamos com a nsosa cabeça… (risos)

    E a arte ou a estética? perguntaram-me. Não viram o Picasso? Qual Picasso? Ah, existe um Picasso no consultório… Pois é! E a abordagem psicoterapêutica feita nesse consultório é uma amostra de manipulação – risco, aliás, bem real nessa área…

    Fico á espera do feedback posterior, DK. Beijos.

    Gostar

  4. JNA, ali a contaminação a que me refiro (independentemente de ter um mau resultado intermédio) é positiva, é de se interrogar com coisas simples (para onde vão estes tubos que estou a encher?…), de procurar perceber-se num contexto (para que estou a fazer isto? porque é que as roupas são todas brancas? o que quero da vida?).

    Contaminação da curiosidade e do espanto, que considero na génese da ciência e da filosofia (respectivamente).
    🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s