pensamento do dia

A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas.

Horácio

Autor: LN

LN é sigla de Lucília Nunes. Este blog nasceu no Sapo em 2001. Esteve no Blogspot desde 01.01.2005. Importado para Wordpress a 21.10.2007. Ligado ao FaceBook desde 13.12.2010.

9 opiniões sobre “pensamento do dia”

  1. É na advrsidade que podemos, também, descobrir que somos capazes de fazer muitas coisas, que não têm de ser necessariamente más.
    🙂

    Gostar

  2. De relance não quero gostar da palavra adversidade, mas, quer em politica, quer em religião ou em qualquer outro meio social ou profissional, quero estar com ela.
    A adversidade não é sinónima de inimiga.
    Tantas vezes próxima… e é verdade que sem ela tudo seria monotonia.
    Quanto á formiguita da imagem apesar de ter o sol com ela, penso que não é muito confortável estar só.
    Aonde estará o resto da “banda”?
    Faz-me lembrar assim de repente que o ser humano é feito para viver em colectividade
    A imagem é eloquente…

    Gostar

  3. Estranhamente ao que a vida nos dá….damos muito mais nós a ela, cúmplices de uma melancolia que por vezes arrasa qual tipo de razão que se queira erguer….este talvez seja o pensamento a ter.

    Gostar

  4. Com aquilo que, para nós, é adverso aprendemos muito mais do que com aquilo que nos é “bom”… A adversidade “abre-nos os olhos”

    🙂

    Gostar

  5. .kel, na primeira fase, pelo menos, não :)) mas depois, pensando melhor e mais á distância, diria que nenhuma adversidade deixa de trazer algum bom resultado. Só possível porque ela existiu…

    Gostar

  6. Maria da Luz, escolhi a formiga sózinha, talvez porque em plena adversidade, na corda bamba, cada um se sente de algum modo sozinho. Ou é sozinho que lida com as inquietações em si.
    O «resto da banda» às vezes leva tempo a perceber :))

    Gostar

  7. Kika, a melancolia tem um problema«zinho«, diria, que é o de incapacitar para a alegria. E de poder transformar-se em tristeza pelo passado, em sentido de perda. Por isso, há que tomar conta dela (não vá ela tomar conta…)
    🙂

    Gostar

  8. O adverso é o outro verso… :))
    e sim, obriga mais.
    Ainda que preferissemos aprender sem que custasse, não era?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s