Pensamento do dia

inverno.jpg

Foi atravessando os rigores do inverno, que o tempo chegou à primavera.

Zálkind Piatigorsky

Anúncios

escrita na água

keats-grave.jpg

Sempre me fascinou a escolha de Keats para o seu epitáfio: “Here lies he whose name was writ in water”.

Aquele cujo nome foi escrito na água.

Ou seja, a fama e a vida são passageiras.

A metáfora torna-se real, o que não deixa de ser curioso.

Researchers at Akishima Laboratories, working in conjunction with professor Shigeru Naito of Osaka University, have developed a device that uses waves to draw text and pictures on the surface of water. The device, called AMOEBA (Advanced Multiple Organized Experimental Basin), consists of 50 water wave generators encircling a cylindrical tank 1.6 meters in diameter and 30 cm deep (about the size of a backyard kiddie pool). The wave generators move up and down in controlled motions to simultaneously produce a number of cylindrical waves that act as pixels. The pixels, which measure 10 cm in diameter and 4 cm in height, are combined to form lines and shapes. AMOEBA is capable of spelling out the entire roman alphabet, as well as some simple kanji characters. Each letter or picture remains on the water surface only for a moment, but they can be produced in succession on the surface every 3 seconds.

(aqui)

Poesia, sempre

 

E Então Que Quereis?…

 

Fiz ranger as folhas de jornal

abrindo-lhes as pálpebras piscantes.

E logo

de cada fronteira distante

subiu um cheiro de pólvora

perseguindo-me até em casa.

Nestes últimos vinte anos

nada de novo há

no rugir das tempestades.

Não estamos alegres,

é certo,

mas também por que razão

haveríamos de ficar tristes?

O mar da história

é agitado.

As ameaças

e as guerras

havemos de atravessá-las,

rompê-las ao meio,

cortando-as

como uma quilha corta

as ondas.

 

Maiakovski

(imagem aqui)

(1927)

 

da adequação

 

“No total dos 2837 cursos em funcionamento, 2502 já procederam às mudanças, o que equivale a 88%. Destes, 94 são cursos integrados, ou seja, os alunos têm de fazer os dois ciclos” informou o Público. Ena, tantos… apetece dizer.

É expectável que a adequação a Bolonha, em si mesma, seja muito mais do que estrutura de cursos e graus. E como em todos os processos do género, tanto pode trans-formar-se em «operação de cosmética» como potenciar uma real mudança de paradigma. Há muita coisa a desajudar, a começar na dificil gestão dos processos de mudança e a acabar nas restrições orçamentais (que Bolonha seria mais cara, até por preferir turmas pequenas… )

No caso de Enfermagem, de acordo com o site do acesso, estão abertos 42 cursos, dos quais 21 do ensino público, 1 do militar, 2 do concordatário (Católica) e 18 privadas. E dos 42 cursos (que incluem todas as entradas), vinte e sete com adequação (sete dos quais, entradas de 2º semestre).

1169 Enfermagem [Licenciatura]

 7001 Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

 7002 Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

 7003 Escola Superior de Enfermagem do Porto

 7020 Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias

 7040 Instituto Politécnico da Guarda – Escola Superior de Saúde da Guarda

 3155  Instituto Politécnico de Setúbal – Escola Superior de Saúde de Setúbal

 7075 Instituto Politécnico de Viana do Castelo – Escola Superior de Enfermagem de Viana do Castelo

 7090 Universidade dos Açores – Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo

 7091  Universidade dos Açores – Escola Superior de Enfermagem de Ponta Delgada

 7035 Universidade do Algarve – Escola Superior de Saúde de Faro

 3013 Universidade de Aveiro – Escola Superior de Saúde de Aveiro

 7030 Universidade de Évora – Escola Superior de Enfermagem de São João de Deus

 7095 Universidade da Madeira – Escola Superior de Enfermagem da Madeira

 7080 Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – Escola Superior de Enfermagem de Vila Real

 7540 Escola do Serviço de Saúde Militar

 4089  Escola Superior de Enfermagem da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira de Azeméis

4098 Escola Superior de Enfermagem de S. José de Cluny

4097 Escola Superior de Enfermagem de Santa Maria

4091 Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa

4106 Escola Superior de Saúde Egas Moniz

4108 Instituto Politécnico de Saúde do Norte – Escola Superior de Saúde do Vale do Ave

4109 Instituto Politécnico de Saúde do Norte – Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa

 9500 Enfermagem [Lic-1º ciclo]

7005  Instituto Politécnico de Beja – Escola Superior de Saúde de Beja

7015  Instituto Politécnico de Bragança – Escola Superior de Saúde de Bragança

7045  Instituto Politécnico de Leiria – Escola Superior de Saúde de Leiria

7055  Instituto Politécnico de Portalegre – Escola Superior de Saúde de Portalegre

7065  Instituto Politécnico de Santarém – Escola Superior de Enfermagem de Santarém

7085  Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior de Saúde de Viseu

7010  Universidade do Minho – Escola Superior de Enfermagem de Calouste Gulbenkian

4093  Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado

4096  Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias

4102 Escola Superior de Saúde Jean Piaget – Algarve

4101  Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Vila Nova de Gaia

4103 Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Viseu

4099 Escola Superior de Saúde Jean Piaget/Nordeste

4104 Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches

4460 Instituto Superior de Saúde do Alto Ave

2701  Universidade Atlântica – Escola Superior de Saúde Atlântica

2753  Universidade Fernando Pessoa (unidade de Ponte de Lima – ensino politécnico)

2752  Universidade Fernando Pessoa – Escola Superior de Saúde

2215 Universidade Católica Portuguesa – Escola Superior Politécnica de Saúde (Lisboa)

2216  Universidade Católica Portuguesa – Escola Superior Politécnica de Saúde (Porto)

9501 Enfermagem (entrada no 2.º semestre) [Lic-1º ciclo]

7005 Instituto Politécnico de Beja – Escola Superior de Saúde de Beja

7015 Instituto Politécnico de Bragança – Escola Superior de Saúde de Bragança

7045 Instituto Politécnico de Leiria – Escola Superior de Saúde de Leiria

7065 Instituto Politécnico de Santarém – Escola Superior de Enfermagem de Santarém

7085 Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior de Saúde de Viseu

4093 Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado

4096 Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias

1897 Enfermagem (entrada no 2.º semestre) [Licenciatura]

 7040 Instituto Politécnico da Guarda – Escola Superior de Saúde da Guarda

 7030  Universidade de Évora – Escola Superior de Enfermagem de São João de Deus

 4091 Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa

 

Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose

3092 novos casos de tuberculose registados em Portugal, em 2006 (o que significa uma taxa de notificação de 29,4/100 mil habitantes)

9,2 milhões de novos casos, no mundo – sendo que África e Ásia concentram mais de 80% – e 1,7 milhões de mortos em 2006. Os números falam por si. O que a epidemia concretiza é 4.500 mortos/dia/mundo. É demasiado…

Há dez anos seria inimaginável – mas hoje a realidade é a que a tuberculose multirresistente tem forçosamente de nos preocupar. Com ou sem associação ao VIH, que a percentagem com este vírus foi de 7,7% novos casos. A questão é que se conclui hoje que 5% das novas infecções anuais por tuberculose são causadas por bactérias resistentes aos antibióticos.

“An estimated 1.5 million people died from TB in 2006. In addition, another 200,000 people with HIV died from HIV-associated TB. If TB disease is detected early and fully treated, people with the disease quickly become non-infectious and eventually cured. Multidrug-resistant TB (MDR-TB) and extensively drug-resistant TB (XDR-TB), HIV-associated TB, and weak health systems are major challenges” WHO

O documento Global Tuberculosis Control 2008. Surveillance, Planning, Financing, além dos dados, apresenta o relatório global e as medidas tomadas. Em anexo, profile of high-burden countries e The Stop TB Strategy, case reports, treatment outcomes and estimates of TB burden

1. There were an estimated 9.2 million new cases of TB n 2006 (139 per 100 000 population), including 4.1 illion new smear-positive cases (44% of the total) and 0.7 million HIV-positive cases (8% of the total). This is an increase from 9.1 million cases in 2005, due to population growth. India, China, Indonesia, South Africa and Nigeria rank fi rst to fi fth respectively in terms of absolute numbers of cases. The African Region has the highest incidence rate per capita (363 per 100 000 population).
2. There were an estimated 14.4 million prevalent cases of TB in 2006.
3. There were an estimated 0.5 million cases of multidrug-resistant TB (MDR-TB) in 2006.
4. In 2006 there were an estimated 1.5 million deaths from TB in HIV-negative people and 0.2 million among people infected with HIV.
5. In 2007, a total of 202 (out of 212) countries and territories reported TB notifi cation data for 2006 to WHO. A total of 5.1 million new cases (out of the estimated 1.2 million new cases) were notifi ed for 2006 among these 202 countries and territories, of which 2.5 million (50%) were new smear-positive cases. The African, South-East Asia and Western Pacifi c regions accounted for 83% of total case notifications.

continue a ler

(imagem futura-science.com)