Pensamento do dia

“Make the most of today. Time waits for no man. Yesterday is history. Tomorrow is a mystery. Today is a gift. That’s why it is called the present.”

Babatunde Olatunji

“Aproveite ao máximo o dia de hoje. O tempo não espera por ninguém. Ontem é história. Amanhã é um mistério. Hoje é uma dádiva. Por isso é chamado o presente.”

Anúncios

efeméride do dia 25 Julho

É data provável do nascimento, provavelmente em 1109, de Afonso Henriques, filho de Henrique de Borgonha, Conde de Portucale, e da infanta Teresa de Leão.

A data e local do seu nascimento não estão determinados de forma inequívoca. Hoje em dia, a data que reúne maior consenso aponta para o ano de 1109.

Dele, sabe-se que em 1122 se armou cavaleiro, em Tui, e seis anos depois, após a batalha de S. Mamede, assumiu o governo do Condado. Autoproclamou-se Rei depois da batalha de Ourique, com o apoio das tropas. A independência será confirmada mais tarde, nas Cortes de Lamego, quando terá recebido a coroa de Portugal.

Na reconquista do território, a sul, veio «descendo»: Leiria (tomada de assalto, em 1145), Santarém (tomada por conquista em 1147), Lisboa (usando o cerco, como táctica de conquista, com a ajuda dos cruzados), Almada e Palmela, (em 1147), Alcácer (1160) e quase todo o Alentejo.

Em virtude das suas conquistas, que ao longo de mais de quarenta anos, mais que duplicaram o território legado, foi cognominado O Conquistador; também é conhecido como O Fundador e O Grande. Os muçulmanos, em sinal de respeito, chamaram-lhe Ibn-Arrik («filho de Henrique», tradução literal do patronímico Henriques) ou El-Bortukali («o Português»).

Poema de sábado

Esta noite o vento ceifa os bosques e

uma raiva sacode a terra. Se a voz

do mar chamasse pelas velas, os estreitos

aguardariam um naufrágio. E se dissesses

o meu nome eu morreria de amor.

Devo, por isso, afastar-me de ti – não

por ter medo de morrer (que é de já não

o ter que tenho medo), mas porque a chuva

que devora as esquinas é a única canção

que se ouve esta noite sobre o teu silêncio.

Maria do Rosário Pedreira
O Canto do Vento nos Ciprestes
Lisboa, Gótica, 2001

(Seara com ciprestes, Van Gogh)

efeméride de 24 de Julho

Em 1802, nasceu Alexandre Dumas, pai. A sua biblioteca virtual está disponível on line, aqui. Muitos dos seus livros foram alegre companhia. E os filmes, a partir deles, também.

O famoso Les Trois Mousquetaires. O não menos famoso Robin Hood, le prince des voleurs. Ou   La Tulipe Noir. Bem como Le Comte de Monte-Cristo.  Entre outros…

estamos a caminho…

ramo de flores

Do Parecer da Comissão Parlamentar do Trabalho:

O Governo apresentou a Proposta de Lei n.º 268/X que procede à alteração do Estatuto da Ordem de Enfermeiros aprovado pelo Decreto-Lei n.º 104/98, de 21 de Abril. E que baixou à Comissão de Trabalho, Segurança Social e Administração Pública em 30 de Abril de 2009. O Governo sustenta que, passados 11 anos sobre a aprovação do Estatuto da Ordem dos Enfermeiros e dada a evolução entretanto verificada no sistema de saúde, educação e actividade da enfermagem, importa adequar o Estatuto às novas realidades. Nestes termos, o Governo entende que o Estatuto da Ordem dos Enfermeiros deve possuir os indispensáveis mecanismos para a garantia do exercício da profissão por quem seja detentor das qualificações necessárias para um exercício de enfermagem de qualidade e promove as figuras do exercício profissional tutelado e o título de enfermeiro especialista.

A Proposta de Lei preconiza três alterações fundamentais:
a) A previsão de um exercício profissional tutelado para a atribuição do título definitivo de enfermeiro;
b) O enquadramento específico para a atribuição do título de especialista; c) Alteram-se a composição e as competências do Conselho de Enfermagem e criam-se comissões técnicas para o assessorar.

Anteontem, a proposta de lei tinha sido aprovada na especialidade.

Hoje, ao final da tarde, na Assembleia da República, em plenário, foi aprovada por unanimidade a lei que altera o Estatuto da Ordem dos Enfermeiros. A alegria é grande, o momento é de mais uma etapa conseguida, de assinalar mais um marco no percurso….

recursos à distância de um click

CAPTAR – Ciência e Ambiente para todos

é uma revista on-line cessível on-line, apresenta-se como uma publicação científica periódica, escrita em português, onde alunos e docentes podem ser confrontados com dados científicos actuais, assim como com os procedimentos científicos utilizados pelos investigadores para a sua obtenção

uma iniciativa da Universidade de Aveiro

e já disponível o primeiro número


Tem de ser lido

1º Relatório Público – Centro de Análise da Resposta Social à Gripe Pandémica

É NECESSÁRIO ACOMPANHAR CONTINUAMENTE ESTA EVOLUÇÃO.
Três aspectos foram seleccionados para reflexão e análise prospectiva durante as próximas semanas:

Resposta social associada aos serviços de saúde;

Preparação para a abertura do ano escolar;

Sensibilização das populações com maior risco de infecção.

E, «a talhe de foice»,

Portal da Saúde, Virus H1N1

Blogue Agir contra a Gripe