O uso inapropriado da palavra «eutanásia»

Se há coisa que torna os discursos equívocos é usarmos palavras que não significam o que queremos dizer. Um dos bons exemplos é mesmo a tão retomada «eutanásia».  Já por aqui tentámos clarificar – como em “Do Fim de Vida – a dimensão específica da eutanásia e testamento vital“, em “da diversidade europeia quanto ao final de vida“, em “fim de vida” ou. muito mais antigo, “em torno da eutanásia”.

Muita gente cita o significado grego de «euthanasia» – morte serena, agradável. Muitas nuances foram introduzidas desde então e hoje definine-se eutanásia como o processo em que uma pessoa pede para que seja posto termo à sua vida e um profissional de saúde o realiza, no quadro de um conjunto de requisitos e procedimentos.  O processo de morrer é deliberadamente provocado, num enquadramento específico (como existe em vários países europeus ou em decurso do Death Act).

Quando uma pessoa recusa tratamento, sabendo das consequências, e porque –  entre a opção de dizer «sim» e dizer «não» – diz não à proposta terapêutica que lhe é feita, trata-se de recusa de tratamento – não é eutanásia.

Quando uma pessoa solicita ajuda para o processo de pôr termo à sua vida, e um terceiro dispõe dos meios e lohos proporciona, sendo a acção da própria pessoa, é suicídio assistido – não é eutanásia.

Quando o efeito de uma terapêutica de paliação, que se destina a aliviar sofrimento, pode ter um duplo efeito de aumentar a probabilidade de ocorrência da morte – pois que aliviar a dor  é um cuidado apropriado e compassivo   – não estamos a falar de eutanásia.

Quando alguém expressa a sua vontade antecipada – as directivas de vontade ou vontade previamente expressa – em relação ao que pretende (ou não) que seja realizado, se perder a competência para decidir sobre si – isto não é eutanásia.

Finalmente, o uso do termo «eutanásia passiva» é completamente inadequado; pela própria definição, passivo é que o processo não é, pois supõe e requer a expressão da vontade.  Se bem que actualmente (e como no mapa abaixo, se use a expressão «active authanasia» para identificar os

Temos de parar de chamar eutanásia a acções  que o não são. Sob pena de desvirtuarmos o próprio debate necessário sobre o assunto.


Legal Status of Euthanasia Around the World aqui

imagem superior: City of words

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s