# 47 … bibliofilia

imagem aqui

Anúncios

Poesia, sempre

De que Serve a Bondade?

1

De que serve a bondade

Quando os bondosos são logo abatidos, ou são abatidos

Aqueles para quem foram bondosos?

De que serve a liberdade

Quando os livres têm que viver entre os não-livres?

De que serve a razão

Quando só a sem-razão arranja a comida de que cada um precisa?

2

Em vez de serdes só bondosos, esforçai-vos

Por criar uma situação que torne possível a bondade, e melhor;

A faça supérflua! Em vez de serdes só livres, esforçai-vos

Por criar uma situação que a todos liberte

E também o amor da liberdade

Faça supérfluo! Em vez de serdes só razoáveis, esforçai-vos

Por criar uma situação que faça da sem-razão dos indivíduos

Um mau negócio!

Bertold Brecht

In ‘Lendas, Parábolas, Crónicas, Sátiras e outros Poemas’

Tradução de Paulo Quintela

Expo 2010 – Xangai

Pavilhão português na Expo2010 em Xangai bateu recorde de afluência

Xangai, China, 27 mai (lusa) – O pavilhão de Portugal na Expo 2010 foi visitado por mais de 23 000 pessoas na quarta feira, batendo o recorde de afluê…

“O pavilhão de Portugal na Expo 2010 foi visitado por mais de 23 000 pessoas na quarta feira, batendo o recorde de afluência desde a abertura do certame, há quase um mês, disse hoje à agência Lusa um responsável português. “A afluência à Expo tem aumentado nos últimos dias e isso reflete-se também no nosso pavilhão”, disse a mesma fonte. O número de visitantes da Expo 2010 ultrapassou na quarta feira os seis milhões, aproximando-se da média necessária para alcançar o recorde de 70 milhões prometido pelos organizadores

No pavilhão português, o visitante número 400 000 – uma jovem ucraniana – entrou quarta-feira a meio da tarde. Alcançado apenas cinco dias depois dos 300 000, aquele número é considerado “um bom indicador” para o Dia de Portugal no certame (06 de junho), cujo programa inclui dois espetáculos – com Mariza e o grupo Amália Hoje – e uma Arruada Minhota.

A Expo 2010, dedicada ao tema “Better City, Better Life” (Melhores Cidades, Maior Qualidade de Vida), decorre de 01 de maio a 31 de outubro numa área de 528 hectares (cerca de 10 vezes a Expo 98, em Lisboa). É a maior exposição universal de sempre, com cerca de 240 países e organizações internacionais.

Na primeira semana, a afluência esteve muito aquém das expetativas e houve um dia em que o número de visitantes não chegou sequer a 90 000. Portugal apresenta-se em Xangai como “uma praça para o mundo” e “um mundo de energias”, conceitos que procuram ampliar a posição geoestratégica do país (“porta do Atlântico”) e a “criatividade e inovação” dos portugueses. O pavilhão português – um edifício de 2000 metros qudrados, revestido de cortiça – evidencia os 500 anos de relações com a China e a atual aposta nas energias renováveis. “É uma simbiose entre o que fomos e o que pretendemos ser”, afirmou Rolando Borges Martins.

O espaço, desenhado por um arquiteto português de Macau, Carlos Couto, inclui ainda uma loja e uma cafetaria-restaurante que serve caldo verde, bifanas, frango assado, moelas, pastéis de nata, bicas e cerveja.

noticia aqui

“9”

«9»

Cast: (the voices of) Elijah Wood, John C. Reilly, Jennifer Connelly, Crispin Glover, Martin Landau, Christopher Plummer
Director: Shane Acker

Pós-apocaliptico, sem seres humanos na Terra… e, não obstante, com 9 partes remanescentes de uma alma humana.

Os posters das nove figurinhas….

Sem nenhuma pretensão a fazer «crítica de cinema» e indo além do «aviso» que pode representar, relevo a diversidade e complementaridades das partes humanas dos 9.