Citação do dia

Há sol na rua. Gosto do sol mas não gosto da rua. Então fico em casa à espera que o mundo venha com as suas torres douradas e as suas cascatas brancas, com suas vozes de lágrimas. E à noite chega um momento em que a rua se transforma noutra coisa e desaparece sob a plumagem da noite cheia de talvez e dos sonhos dos que estão mortos. Então saio para a rua. Ela estende-se até à madrugada e um fumo espraia-se muito perto. Eu ando no meio da água seca, da água áspera da noite fresca. O sol voltará em breve.

Boris Vian,in “canções e poemas”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s