Star Wars: a Ordem 66, segunda etapa do extermínio dos Jedi

Ordem 66 era uma instrução inscrita no treino dos Clone Troopers, condenando os Jedi, enquanto traidores da República, a serem mortos de imediato.

Order 66: In the event of Jedi officers acting against the interests of the Republic, and after receiving specific orders verified as coming directly from the Supreme Commander (Chancellor), GAR commanders will remove those officers by lethal force, and command of the GAR will revert to the Supreme Commander (Chancellor) until a new command structure is established.

O decreto da Ordem 66 marca a Guerra Civil Galáctica e a ascensão do Império – foi realizada por Darth Sidious e a razão oficial dada para esta execução foi uma suposta “rebelião Jedi” contra a República; na realidade, era o culminar de uma cadeia de evendos orquestrada por Palpatine ao longo de décadas, para pôr fim à Ordem Jedi.

Após a destruição de General Grievous  por Obi-Wan Kenobi, Anakin informou Windu que o Chanceler era o Lorde Sith. Assim, Mace Windu, Kit Fisto, Agen Kolar  e Saesee Tiin entraram no escritório de Palpatine, com a intenção de o deter. Kolar e Tiin foram rapidamente mortos por Sidious, Windu e Fisto conseguiram combatê-lo por um tempo maior. Fisto não conseguiu resistir aos ataques do Lorde Sith e morreu a seguir. Mace Windu conseguiu repeli-lo e desarmá-lo. mas Skywalker então chegou. Quando se tornou evidente que Windu iria matar Palpatine, Skywalker interveio, o que deu a oportunidade para o Lorde Sith destruir o Mestre Jedi.

Nesta sequência, Palpatine avisou todos dos comandantes clones do exército da execução imediata da Ordem 66. Ordem_66

Praticamente todos os comandantes cumpriram – em mais de 200 planetas, os Jedi foram mortos pelas suas tropas. Poderá haver quem pergunte como é que os Jedi não perceberam ou o que é que nublou a sua percepção sobre o que ia acontecer – eventualmente, o facto dos clones não terem malícia ou ódio, por meramente executarem uma ordem quando a receberam.

Da narrativa, Palpatine terá contactado pessoalmente todos os comandantes.

Nos primeiros minutos, vários membros do Conselho Jedi foram mortos;

1102515-plo_s_death

– Plo Koon em Cato Neimoidia às mãos do Capitão Jag;

– Stass Allie em Saleucami às mãos do Comandante Neyo e CT-3423; Stass_Allie_on_Saleucami

– Ki-Adi-Mundi em Mygeeto às mãos do Comandante Bacara e os Galactic Marines;Mygeeto-mundi

– Aayla Secura em Felucia, às mãos de Bly e membros do327th Star Corps; Aayla_morte

LuminaraDeath

– Luminara Unduli, em Kashyyyks, às mãos do Comandante Faie.

Em Utapau, Obi-Wan Kenobi estava montado num varactyl quando o Comandante Cody executou a ordem, que chegou uns segundos depois do comandante lhe ter devolvido o sabre de luz.

Would it have been too much to ask for the order to have come through before I gave him back the bloody lightsaber?
―Commander Cody, speaking of Obi-Wan Kenobi, after receiving Order 66Cody

FallenkenobiKenobi conseguiu sobreviver à queda e escapar do planeta, reunindo-se a Yoda,

quem também conseguiu escapar do ataque do comandante Gree em Kashyyyk, com a ajuda dos Wookies Chewbacca e Tarfful.Yoda-heartache

Conhecem-se apenas duas histórias de recusa:

um comando chamado Climber, no planeta Murkhana, questionou a Ordem e, quando a validade foi confirmada, recusou-se a ficar do lado do governo, não matando os Jedi Roan Shryne e Olee Starstone, com os quais tinha  lutado na guerra. Esta é a única evidência disponível de um soldado que desobedeceu à Ordem 66; outros clones comando e ARC troopers obedeceram. O Próprio Darth Vader veio a Murkhana para prestação de contas com Salvo, o comandante da tropa de Climber, acusando-o traição; Climber assumiu a responsabilidade do acontecido, alegando ter sido justo nos seus atos;

o capitão Maze, da mesma forma, não obedeceu à ordem de executar Arligan Zey, discutindo a instrução e decidindo por si próprio.

Foram dados como mortos: Stass Allie, Sors Bandeam, Nem Bees, Bene, Olana Chion, Cin Drallig, Zett Jukassa, Jurokk, Serra Keto, Plo Koon, Saras Loorne, Whie Malreaux, Ki-Adi-Mundi, Jocasta Nu, Barriss Offee, Aayla Secura, Sev, Simms, Tra’avis e Luminara Unduli. sw-ep3-Image5

It was said that fewer than one hundred Jedi—approximately one percent of the entire Order—survived Order 66. However, it appeared that that was incorrect, as the number seemed to actually be closer to two hundred. Nonetheless, many of these Jedi were killed over the following years during the Great Jedi Purge.” (fonte)

Anúncios

One thought on “Star Wars: a Ordem 66, segunda etapa do extermínio dos Jedi

  1. Pingback: Star Wars: Operation Knightfall, o final do extermínio dos Jedi | Conversamos?!...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s