Vaga Melancolia. Vergílio Ferreira

 

Gostaria de escrever um poema e não sei de quê.

Há em mim uma inquietação como se para nascer

um grande gesto, uma ideia, o visível do que se não vê.

Mas não nasce, não se vê, nasce apenas o prazer

desta vaga melancolia que em si mesma consiste

e tem o gosto de ser triste

sem o ser.

 

Vergílio Ferreira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s