“Power, Knowledge and Feminist Scholarship: an Ethnography of Academia”

Título do Observador:

“Não faças a cadeira dele.” Sexismo, assédio, discriminação e racismo nas universidades portuguesas.

Maria do Mar Pereira

“Tinha estudado numa instituição portuguesa e tinha assistido e vivido situações, implícitas e explícitas, de sexismo. Mas o que encontrou foi bem mais complexo e profundo do que aquilo de que estava à espera. Foram várias as pessoas que entrevistou e que lhe relataram episódios, não só de sexismo, como de assédio sexual. Sem contar com o que assistiu quando se “infiltrou” em congressos, eventos e reuniões universitárias. Tudo isto em contexto académico, tanto entre estudantes, como entre docentes, e de professores para com as alunas, mas sempre nos bastidores e de forma oculta.

Todas essas experiências estão relatadas no livro “Power, Knowledge and Feminist Scholarship: an Ethnography of Academia”, publicado em março pela editora britânica Routledge. A obra, que é uma extensão da tese de doutoramento da investigadora, está nomeada para três prémios internacionais e foi apresentada na quinta-feira, no simpósio “Sexismo nas Universidades Portuguesas”, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista.”

ler o artigo

A investigadora realizou um estudo onde observou mais de 50 eventos e entrevistou 40 pessoas, cientistas e estudantes, entre 2008-2009 e 2015-2016. Maria do Mar Pereira notou o discursos das universidades se tornou menos discrepante, porém, “este discurso oficial igualitário coexiste com uma cultura não-oficial marcadamente sexista”.

Recomenda-se igualmente o artigo ‘Feminist theory is proper knowledge, but …’: The status of feminist scholarship in the academy. dezembro de 2012.

Anúncios

2 thoughts on ““Power, Knowledge and Feminist Scholarship: an Ethnography of Academia”

  1. Academia here in US is wrong, not the real History​ but the white American history to it’s implied advantage and Prophecies the the great white man.

    As a Old fashion Feminist not a modern explitive blurring, hate I man spew, I simply can not concur.

    I neighther hate men nor anyone really, so my interest is in the history of feminism Gloria Stinem and all the other incidents, bra burning, wearing of pants, the sufrogettes real jails and protest for a right to vote. No estoy impresionada por la academia en los Estados Undo .

    Gracias

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s