Boris Vian

Muita gente usa a expressão «espuma dos dias». Título de romance de Boris Vian, nascido a 10 de março de 1920.

French novelist and playwright, a jazz connoisseur and critic, Dixieland trumpeters, and author of more than 400 songs. As a writer Boris Vian is perhaps best remembered for his novels L’écume des jours (1947) and J’irai cracher sur vos tombes (1946, I Spit on Your Graves). Vian’s collected works amount to more than 50 vols. He died in a Parisian cinema at the age of 39 while watching a preview of the film I Spit on Your Graves.  (Biographies II)

Morreu no cinema, de ataque cardíaco, aos 39 anos.  Foi engenheiro, inventor, músico e crítico de jazz, poeta, romancista, autor dramático, tradutor, cronista, declamador, intérprete das suas próprias canções e ator. Como já escrito,

Boris Vian fez de tudo um pouco: escreveu (com um pseudónimo e sem ele), cantou, representou, tocou, concebeu, criou, criticou. Em suma, foi a aceção plena e concretizada daquilo que é um artista multifacetado. A arte consagrou-se neste gaulês de uma forma completa e robusta e conheceu uma harmonia especial em conjunto com os músicos de jazz e seus instrumentos. Contribuindo para a valorização do género no seu país, os 39 anos que viveu foram parcos para manifestar todo o expoente artístico de um polímata que se descobriu de diferentes formas. É esta premissa que habita num inconsciente iluminado e que se mantém incandescente através da arte e do expoente da existência.

Nasceu no subúrbio parisiense de Ville d’Avray, com saúde débil (febre reumática, tifóide), infância na altura do Crash de Wall Street. Por volta dos anos 30 começou a fazer festas-surpresam com dois dos irmãos, aprendeu a tocar trompete, envolveu-se no jazz, …

Com 17 anos, Vian dominava olatim, o grego e o alemão, para além de ter estudado Matemática e Filosofia no liceu; levou a matemática avante no Lycée Condorcet, onde estudou durante dois anos Matemáticas Especiais. No entanto, foi pouco depois que a Segunda Guerra Mundial eclodiu, com o artista a não ser aceite no exército devido à sua saúde vulnerável. Os seus estudos acompanharam a mudança logística da sua universidade (École Centrale des Arts et Manufactures) de Paris para Angoulême, mais a ocidente. (fonte aqui)

Licenciou-se em Metalurgia, desenvolveu atividade como engenheiro, começando a escrever romances e a compor. O seu primeiro poema foi publicado num boletim do Hot Club de France sob o pseudónimo “Bison Ravi“, anagrama do seu nome.

L’Écume des Jours” e“L’automne à Pékin” (1947) tiveram pouco sucesso. No mesmo ano escreveu “J’irai cracher sur vos tombes”, sob pseudónimo Vernon Sullivan, com o qual escreveu mais três romances, datados entre 1947 e 1949. A última tentativa de ter sucesso com os romances, foi com “L’Arrache-coeur” em 1953. Sofreu um edema pulmonar em 1956 e o colapso mortal em 1959, quando estava a ver o filme baseado neste último romance.

Boris Vian fez de tudo, mesmo não reunindo a consagração em tudo aquilo que fez. (…) Só de forma póstuma é que a sua obra literária por inteiro conheceu a notoriedade desejada, inspirando as gerações juvenis dos anos 60 e 70. Na música, e mesmo tornando-se num trompetista bem sucedido e tendo sido providencial na presença dos artistas de jazz Miles Davis e Hoagy Charmichael em França, viu as suas letras serem utilizadas por músicos compatriotas como Léo Ferré e Georges Brassens, e inspirar nomes como Serge Gainsbourg. Apesar de alguma relutância na sua fama como cantor, a geração de maio de 1968 sentiu-se inspirada e acalentada pelas mensagens impertinentes e resistentes. O seu génio artístico complementou-se com a sua atividade em diferentes ramos culturais, imbuindo-se no Surrealismo e num fulcro de criação semântica que transportou essa vibração em ebulição. Com uma plenitude subtil nas suas experiências pessoais e profissionais, Boris Vian conheceu de tudo e de tudo isso fez um todo de se admirar e de se contemplar. (aqui)

Autor: LN

LN é sigla de Lucília Nunes. Este blog nasceu no Sapo em 2001. Esteve no Blogspot desde 01.01.2005. Importado para Wordpress a 21.10.2007. Ligado ao FaceBook desde 13.12.2010.

Um pensamento em “Boris Vian”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s