Publicado em Interpretações & Refutações, Palavras e expressões

Juvenal, a sátira X ou o uso refutável de um aforismo

O aforismo “mente sã em corpo são” não é sobre saúde mental.

A citação encontra-se no final da Sátira X de Decimus Iunius Iuvenalis, conhecido por Juvenal, satírico romano, e é parte da resposta  à questão sobre o que as pessoas deveriam desejar na vida e pedir em oração. O que deviam rezar para ter. A sátira X (como a VIII, XII e XIV) é crítica e mordaz perante o que os romanos pediam aos deuses (riqueza, poder, honras, filhos, longevidade) e recomenda tópicos para as orações, claramente com inspiração estóica.

One of his grandest poems is the 10th, which examines the ambitions of mankind—wealth, power, glory, long life, and personal beauty—and shows that they all lead to disappointment or danger: what mankind should pray for is “a sound mind in a sound body, and a brave heart.”  (Juvenal bio)

Sátira X em latim  – Sátira X em inglês

Não admira que o poema The Vanity of Human Wishes, de Samuel Johnson, imite a Décima Sátira de Juvenal.

No contexto original:

orandum est ut sit mens sana in corpore sano.
fortem posce animum mortis terrore carentem,
qui spatium uitae extremum inter munera ponat
naturae, qui ferre queat quoscumque labores,
nesciat irasci, cupiat nihil et potiores               360
Herculis aerumnas credat saeuosque labores
et uenere et cenis et pluma Sardanapalli.
monstro quod ipse tibi possis dare; semita certe
tranquillae per uirtutem patet unica uitae.
nullum numen habes, si sit prudentia: nos te,               365
nos facimus, Fortuna, deam caeloque locamus.

(Satirae, X 356-64)

Sat X:346-366 So Much For Prayer

So is there nothing worth people praying for? If you’ll take

My advice, you’ll allow the gods to determine what’s right

For us, and what’s likely to benefit our situation; for

The gods grant us gifts that are more fitting than nice.

They show more care for us than we do for ourselves. We

Seek marriage and offspring driven by blind emotion, by

Vain desire, while the gods know all about the children

We’ll have, and what kind of wife ours will turn out to be.

Still, if you want a reason for prayer, for offering a pretty

White piglet’s innards, the sacred sausages, at the shrines,

Then you might pray for a sound mind in a healthy body.

Ask for a heart filled with courage, without fear of death,

That regards long life as among the least of nature’s gifts,

That can endure any hardship, to which anger is unknown,

That desires nothing, and gives more credit to all the labours

And cruel sufferings of Hercules, than to all the love-making

All the feasting, and all the downy pillows of Sardanapalus.

The prayer I offer you can grant yourself; without doubt,

The one true path that leads to a tranquil life is that of virtue.

If we were prudent, you’d possess no power, Fortune: it’s we

Who make you a goddess, and grant you a place in the sky.”

….

Deve-se pedir em oração que a mente seja sã num corpo são.  Peça uma alma corajosa que careça do temor da morte, que ponha a longevidade em último lugar entre as bênçãos da natureza, que suporte qualquer tipo de labores, desconheça a ira, nada cobice e creia mais nos labores selvagens de Hércules do que nas satisfações, nos banquetes e camas de plumas de Sardanapalo. Revelarei aquilo que podes dar a ti próprio;Certamente, o único caminho de uma vida tranquila passa pela virtude. Juvenal, 2005, p. 12

Não admira que o poema The Vanity of Human Wishes, de Samuel Johnson, imite a Décima Sátira de Juvenal.

Como outras figuras de estilo, citadas frequentemente, “mens sana in corpore sano” tem sido utilizada repetidamente, associando-se particularmente à educação física e ao desporto (corpo são) ou ao equilíbrio da mente e do corpo mas importa não perder de vista o contexto em que foi escrita.

tese mestrado Juvenal, Satvrae

tese doutoramento O burlesco e o satírico na obra de Marcial e Juvenal

…….

Post a propósito de: “A saúde mental é a base do bem-estar geral. É este o sentido da expressão “mente sã em corpo são” ou, noutra formulação, que “não há saúde sem saúde mental”. (site)”